amalia-rodrigues,idanhaanova,fado,culturaipsilon,musica,lisboa,
Estelle Valente

Joel Pina: celebrar ao vivo e em livro os 100 anos de um eleito do fado

Nasceu no mesmo ano de Amália e apagou este ano as velas do seu 100.º aniversário. Joel Pina, músico e professor de espírito aberto e jovial, vai ser celebrado num concerto dia 24 no São Luiz, onde estará ao lado de muitos fadistas. E será retratado este ano num livro.

Correu os grandes palcos do mundo, gravou em mais de três centenas de discos e, aos 100 anos, continua activo nos meios fadistas. Joel Pina, que muitos tratam por “o professor” e que o guitarrista António Parreira descreveu como “o melhor baixista português de todos os tempos”, na dedicatória de um livro que lhe ofereceu, vai ser homenageado num concerto onde ele próprio participa como músico, juntamente com dezenas de outros fadistas. Esteve marcado para Março, no Teatro São Luiz, em Lisboa, mas a pandemia forçou o adiamento, realizando-se agora a 24 de Setembro, às 21h, com os necessários cuidados e distâncias. E não virá só: até ao final do ano, também por iniciativa do Museu do Fado/EGEAC (que co-produz o concerto com a Câmara Municipal de Lisboa), será lançado um livro retratando-lhe a vida e a carreira musical em 100 fotografias (algumas das quais aqui reproduzidas).