Plano de Inverno prevê mapas de risco e unidades só para covid-19

Entre as medidas previstas estão a criação de uma task force para doentes não covid e a existência de unidades livres da infecção provocada pelo SARS-CoV-2. Vão ser feitos mapas de risco epidemiológico para adaptar respostas ao risco local.

pglobal,saude,sociedade,hospitais,servico-nacional-saude,ministerio-saude,
Foto
Manuel Roberto

O Plano de Outono/Inverno do Ministério da Saúde foi finalmente divulgado nesta segunda-feira. Entre as medidas previstas estão a criação de uma task force para doentes não covid, transformação das áreas dedicadas aos doentes covid em áreas destinadas exclusivamente a doentes respiratórios (covid e gripe, por exemplo) e a existência de unidades livres da infecção provocada pelo SARS-CoV-2. Profissionais salientam a existência de várias medidas positivas, mas lamentam que o documento seja pouco concreto na operacionalização.