Ninguém vence Schwartzman 10 vezes seguidas, nem Nadal

Foi a primeira derrota do tenista espanhol em terra batida desde Maio de 2019.

Rafael Nadal
Foto
Rafael Nadal Reuters/POOL

O desejado duelo em Roma, entre Novak Djokovic e Rafael Nadal, que serviria de aperitivo para o Torneio de Roland Garros, que se inicia dia 27, já não vai ser possível. Nadal foi eliminado dos Internazionali BNL d'Italia por Diego Schwartzman, que inflingiu ao número dois mundial a sua primeira derrota em terra batida desde Maio de 2019.

Schwartzman (15.º), que tinha perdido os nove embates anteriores, tornou-se no nono jogador desde 2005 a vencer Nadal em terra batida e em dois sets, juntando-se a Juan Carlos Ferrero, Roger Federer, Novak Djokovic, David Ferrer, Fabio Fognini, Andy Murray, Stan Wawrinka e Dominic Thiem. O argentino somou 31 winners e aproveitou o facto de o adversário ter colocado somente 43% de primeiros serviços, para vencer, por 6-2, 7-5.

Nas meias-finais, Schwartzman defronta Denis Shapovalov (14.º) que, aos 21 anos, é o terceiro tenista mais novo a vencer 100 encontros no ATP Tour – atrás de Alexander Zverev e Stefanos Tsitsipas –, depois de derrotar Grigor Dimitrov (22.º), por 6-2, 3-6 e 6-2.

Djokovic não perde um quarto-de-final em Roma desde 2013, mas teve de aplicar-se diante de um estreante nesta fase de torneios Masters 1000, Dominik Koepfer (97.º), para impor-se com os parciais de 6-3, 4-6 e 6-3.

O adversário do número um do ranking mundial tem como adversário nas meias-finais Christian Ruud (34.º), o primeiro tenista da Noruega a alcançar as meias-finais de um torneio da categoria Masters 1000, após eliminar o último italiano em prova, Matteo Berrettini (8.º), por 4-6, 6-3 e 7-6 (7/5).

Na prova feminina, com três top-10 ainda em prova, Simona Halep (2.ª) vai discutir um lugar na final com Garbiñe Muguruza (17.ª), que, num duelo entre antigas líderes do ranking mundial, afastou Victoria Azarenka (14.ª), por 3-6, 6-3 e 6-4. Na outra meia-final, Karolina Pliskova (4.ª), que defende o título, tem como adversária Marketa Vondrousova (19.ª).

No ATP 500 de Hamburgo, João Sousa (74.º) perdeu na ronda inaugural do qualifying, frente a Tommy Paul (59.º), por 6-1, 6-3.

Sugerir correcção