A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria: Rodrigo Aleixo - Dá-me uma gotinha de água

É indiscutível, o Rodrigo canta muito bem. Infelizmente, isso não garante que o futuro do cante alentejano e dele no cante esteja assegurado. E é esse ponto que devemos agarrar, conversar e discutir. Porque infelizmente, para além da vontade dele há muitos outros factores que contribuem para que ele daqui a 10, 15 anos anos cante num grupo coral. Era preciso mais atenção, mais cuidado com o interior do país. Porque se ele decidir estudar e não puder voltar, porque não tem emprego nem condições, não há grupo que o salve. Ou então junta-se com outros, que cantam tão bem como ele, e faz um grupo, e estão dispersos, ensaiam e fazem actuações - mas já não será a mesma coisa. Por isso, a pergunta está em saber qual o futuro para o cante alentejano. O Rodrigo será o que ele quiser e o cantar já está dentro dele.

Em tempos de isolamento social devido ao surto do novo coronavírus, Tiago Pereira, fundador do projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, começou a convidar artistas de todo o país a filmarem-se a tocar uma canção — é A Música Portuguesa a Gravar-se a Ela Própria. E também os filma à janela. O P3 partilha regularmente estes vídeos.

Sugerir correcção