Ex-presidente da Relação de Lisboa investigado por abuso de poder

Orlando Nascimento está a ser investigado por ter cedido gratuitamente salão nobre do tribunal para uma arbitragem presidida pelo seu antecessor. Vaz das Neves vai ser acusado na Operação Lex, mas Ministério Público vai continuar a investigar intervenção do sucessor em alegados favorecimentos a Rui Rangel

conselho-superior-magistratura,juizes,sociedade,ministerio-publico,supremo-tribunal-justica,justica,
Fotogaleria
Rui Gaudencio
conselho-superior-magistratura,juizes,sociedade,ministerio-publico,supremo-tribunal-justica,justica,
Fotogaleria

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Orlando Nascimento, está a ser investigado por abuso de poder, na sequência de uma participação-criminal feita pelo juiz que está a conduzir seu processo disciplinar. Em causa está o facto de Orlando Nascimento ter cedido gratuitamente o salão nobre daquele tribunal para uma arbitragem presidida pelo seu antecessor, Luís Vaz das Neves, que recebeu 280 mil euros em honorários para decidir este julgamento privado, uma notícia avançada pelo PÚBLICO em primeira mão.