Na Suíça, abriu uma Casa do Chocolate que é um mundo

Uma fonte de chocolate com mais de nove metros de altura é a atracção central da Home of Chocolate que a marca Lindt acaba de abrir na Suíça: fábrica e laboratório, museu, café e loja – tudo em grande.

fotogaleria,chocolate,gastronomia,viagens,fugas,suica,
Fotogaleria
A fonte de chocolate marca o átrio e tem mais de 9m de altura ENNIO LEANZA
fotogaleria,chocolate,gastronomia,viagens,fugas,suica,
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
,Lindt Home of Chocolate
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate - Roger Federer na inauguração LINDT & SPRUENGLI
fotogaleria,chocolate,gastronomia,viagens,fugas,suica,
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
,Lindt
Fotogaleria
, LINDT & SPRUENGLI,LINDT & SPRUENGLI
Lindt
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
fotogaleria,chocolate,gastronomia,viagens,fugas,suica,
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
fotogaleria,chocolate,gastronomia,viagens,fugas,suica,
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
,Lindt
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI
,Lindt
Fotogaleria
Lindt Home of Chocolate LINDT & SPRUENGLI

Para os fãs de Charlie e a Fábrica de Chocolate, eis uma atracção quase tão deliciosa quanto a fábrica de Willy Wonka nos filmes, nascida por vontade de uma marca histórica, a Lindt, que celebra 175 anos. A Lindt Home of Chocolate promete tornar-se uma verdadeira meca para amantes do chocolate de todo o mundo: localizada em Kilchberg, perto de Zurique, na Suíça, abriu este domingo.

O complexo integra o Chocolate Competence Center da empresa, um “investimento de mais de cem milhões de francos suíços” (cerca de 93 milhões de euros), sendo a casa dos Mestres Chocolateiros, em conjunção com um museu interactivo, laboratório de pesquisas, linha de produção aberta a todos os olhares e mais uma miríade de atracções à volta do chocolate, sendo o “monumento” central deste mundo uma fonte de chocolate destinada à fama: tem mais de 9 metros de altura.

PÚBLICO -
Foto
Lindt Home of Chocolate

Antes de tudo, o grande destaque vai para o imenso edifício, desenhado pelos arquitectos Christ & Gantenbein – que, por sinal, concorreram com um projecto para a “nova” Gulbenkian – para ser um espaço multifuncional de alta eficiência e conjugar-se harmoniosamente com a velha fábrica, datada de 1899. O complexo, de três andares, é marcado pela sua forma de “barra de chocolate” ondulada, com interiores pontuados por escadarias em espiral, passagens aéreas e clarabóias “imponentes”.

O museu do chocolate, garante a empresa, tem tudo o que se possa querer saber sobre tudo o que diz respeito ao chocolate. Numa área de 1500 metros quadrados, podem “visitar-se” plantações de cacau, viajar no tempo pela história da indústria, seguir os passos dos pioneiros do chocolate, ficar até a conhecer, prometem, “alguns dos segredos” da produção. Tudo isto para chegar ao “paraíso": a sala de provas, “onde inúmeras obras-primas aguardam para serem saboreadas”. 

E, claro, não podia faltar, um espaço de café, naturalmente muito achocolatado, que se interliga com uma loja, para mais “a maior loja de chocolate Lindt do mundo”. Há ainda a Chocolateria, dedicada a cursos e wokshops sobre todas estas doçuras.

PÚBLICO -
Foto
Lindt Home of Chocolate
PÚBLICO -
Foto
O mundo Lindt

A Lindt Home of Chocolateque teve o tenista Roger Federer como uma das estrelas da inauguração, que decorreu na quinta-feira anterior – sem surpresas: é embaixador da marca, espera receber cerca de 350 mil visitantes por ano.  

Sugerir correcção