Crianças que estavam sozinhas em Moria vão para dez países europeus

Portugal é um dos Estados-membros que deverá receber alguns dos 406 menores que se encontravam no campo de refugiados completamente destruído pelo fogo.

Foto
Protesto de requerentes de asilo encurralados na ilha de Lesbos ORESTIS PANAGIOTOU/PA

Das quase 13 mil pessoas que viviam no campo de refugiados de Moria antes do incêndio da noite de terça-feira só as 406 crianças sozinhas já foram retiradas da ilha grega de Lesbos e reinstaladas em Salónica – num futuro próximo, serão todas acolhidas em diferentes países europeus.

Sugerir correcção