Efacec apela aos trabalhadores para que não se “distraiam” e aproveitem “momento positivo”

Sindicato que está contra a reprivatização da empresa pediu a realização de um plenário, mas a administração recusou, alegando riscos para a saúde dos colaboradores.

Foto
LUSA/Inácio Rosa

Dois meses depois da nacionalização, decidida pelo Governo na sequência de impasse gerado com a saída do maior accionista, Isabel dos Santos, a Efacec retomou esta semana a sua actividade normal, “com o regresso presencial de todas as equipas às instalações da empresa em Portugal”.

Sugerir correcção