Economia dá sinais de que regresso à normalidade será lento

Os indicadores económicos conhecidos a partir de Julho revelam, em Portugal e no resto da Europa, que a retoma está a perder velocidade, confirmando regresso lento da economia aos níveis pré-crise. E constituem um desafio para os governos, Bruxelas e banco central.

Foto
Nelson Garrido

Depois da esperança trazida por uma retoma relativamente rápida da actividade económica em Junho, acumulam-se os sinais, tanto em Portugal como no resto da Europa, de que a velocidade da recuperação diminuiu de forma acentuada em Julho e Agosto, confirmando a ideia de que um regresso das economias aos níveis anteriores à pandemia ainda vai ser demorado.

Sugerir correcção