O veneno

Ao envenenar opositores, Putin está, simbolicamente, a envenenar a democracia.

Reis e presidentes sempre se fizeram acompanhar pelos seus provadores e nunca começavam uma refeição sem que eles a provassem primeiro. Porquê? Porque sabiam que o veneno sempre fora um método clássico de assassinato político. Parece hoje ter entrado em desuso. Mas não na Rússia, onde a história é longa, mas o veneno continua a matar. Agora de forma sofisticada e a envenenar não o poder, mas a oposição.

Sugerir correcção