Entrevista

Gustavo Santos desistiu de mudar o mundo. Agora quer criar uma “Nova Terra” no Alentejo

Entre fiéis e críticos, Gustavo Santos avança. Deixou para trás 200 mil seguidores no Facebook, desligou-se das redes, mas não se livra das polémicas. O autor, que já vendeu mais de 80 mil livros, lança este domingo, na Feira do Livro de Lisboa, o nono: Reencontra-te, que acompanha a mudança da família para Avis.

feira-livro,tvi,entrevista,livros,alentejo,ambiente,
Foto
O autor considera-se um "gajo verdadeiro, 100% genuíno" Rui Gaudêncio

Já se passaram mais de dois anos desde que Gustavo Santos decidiu mudar de vida. Juntamente com a companheira, trocou a “casa de sonho” na Ericeira por uma quinta em Avis, no Alentejo, com 21 mil metros quadrados. Fechou as redes sociais. Teve o segundo filho. Percebeu que mudar o mundo é “um devaneio ingénuo. E descreveu a experiência no novo livro Reencontra-te, que lança este domingo na Feira do Livro, em Lisboa. É o nono sobre “desenvolvimento pessoal”, depois de exemplos como Ama-te e A Verdade do Amor que ajudaram a que o ex-dançarino e ex-apresentador de TV já tenha vendido mais de 80 mil cópias.