Estarreja: na terra de Egas Moniz, a natureza também é digna de prémio

Há já alguns anos que Estarreja conseguiu entrar para o mapa de destinos de birdwatching e de fruição da natureza. Tudo por conta da rede de percursos do Bioria e das paisagens que ali são dadas a conhecer.

arte-urbana,estarreja,fugas,artes,aveiro,ambiente,
Fotogaleria
Adriano Miranda
arte-urbana,estarreja,fugas,artes,aveiro,ambiente,
Fotogaleria
Adriano Miranda
arte-urbana,estarreja,fugas,artes,aveiro,ambiente,
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Vertebrado
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
arte-urbana,estarreja,fugas,artes,aveiro,ambiente,
Fotogaleria
Adriano Miranda

O calor intenso que se fazia sentir naquele final de manhã de Julho obrigou-nos a trocar as bicicletas pelo veículo eléctrico, mas não conseguiu beliscar nem um pouco a aventura. Ao longo de uma paisagem onde a água doce do Rio Vouga se encontra com a água salgada da Ria de Aveiro, explorámos cenários feitos de campos agrícolas, caniçais e esteiros. E com direito a apreciar várias espécies vegetais e animais. Foram oito quilómetros de viagem em profundo contacto com a natureza e que deixaram vontade de regressar. Não só para conseguir levar por diante o desafio das duas rodas, mas também para explorar os restantes sete percursos de natureza que integram a rede Bioria. Cada um deles com as suas próprias especificidades e atractivos, mas um ponto em comum: são verdadeiros santuários naturais.