Agências de viagens terão de voltar a pagar cancelamentos em dinheiro em 14 dias

Governo eliminou cláusula de excepção que permitia às empresas ressarcir clientes apenas em vouchers ou com reagendamentos. A partir do momento que a alteração entrar em vigor, os viajantes vão passar a poder voltar a receber reembolso em dinheiro.

comissao-europeia,empresas,economia,tap,turismo,transportes,
Foto
Regime de excepção está em vigor desde o final de Abril Paulo Pimenta

No final de Abril, as agências de viagens deixaram de estar obrigadas a pagar reembolsos em dinheiro devido a cancelamentos, algo que teria de ser feito no prazo de 14 dias, podendo em alternativa emitir vouchers ou fazer um reagendamento.