Entrevista

Na cidade, há um rapaz à espera que alguma coisa aconteça

Com o selo da Planeta Tangerina, Desvio é uma primeira novela gráfica de Ana Pessoa e Bernardo P. Carvalho. Um livro singelo que propõe um pacto ao leitor: entrar na vida suspensa de um adolescente, abeirar-se das suas frustrações e motivações. Num tempo que já não é bem o nosso, mas em que o futuro se projecta no silêncio do desenho, com a força das cores de uma cidade.

bd,entrevista,literatura,artes,culturaipsilon,livros,
Foto
DR

Um rapaz no Verão, à espera. Em casa ou na rua, rodeado de ecrãs. A imagem é-nos familiar, mas em Desvio, de Ana Pessoa (texto) e Bernardo P. Carvalho (desenho), nada tem a ver com as experiências que a pandemia nos tem obrigado. Em banda desenhada, introduz-nos ao quotidiano de um jovem, Miguel, preso aos dilemas da adolescência, numa cidade ficcionada e num tempo no qual reconhecemos traços, tímidos, da nossa presente condição. Só, em casa, entregue aos ecrãs, decide fazer uma pausa, um desvio dos amigos, da namorada, da família. Do mundo? Talvez, para um dia vir dizer algo sobre o mundo. Ou, apenas, dar um grito.