De olhar fixo no Douro, o hotel nascido num convento conta-nos histórias do Porto

O hotel Neya acaba de abrir e mostra sua modernidade a partir da recuperação de ruínas do Convento da Madre de Deus de Monchique. À beira do rio, alimenta-se de histórias e sabores de um Porto que se renova. E no ar ficam as memórias das freiras e de um certo Amor de Perdição.

historia,gastronomia,vinho,fugas,porto,turismo,
Fotogaleria
Neya Porto Paulo Pimenta
Fotogaleria
Neya Porto Paulo Pimenta
Fotogaleria
Neya Porto Paulo Pimenta
Fotogaleria
Neya Porto Paulo Pimenta
Fotogaleria
Paulo Pimenta

Às 19h30, com vista sobre o rio Douro, um copo alto de Porto tónico repousa sobre a mesa do rooftop do Hotel Neya. Agitam-se as pedras de gelo no momento em que uma luz percorre os ares, criando um reflexo magnético no telhado. A vista privilegiada sobre as casas de Gaia, a Ponte Luiz I, as águas tremeluzentes – eis uma das mais-valias do antigo convento, agora convertido num hotel de quatro estrelas.