“Para as crianças de tenra idade, isto é o quarto escuro. Parece que cometeram um crime”

O Instituto de Apoio à Criança juntou-se ao coro de críticas à medida que prevê o isolamento por 14 dias das crianças e jovens retirados às famílias. Quem conhece o terreno não tem dúvidas: “A directora-geral de Saúde está a ser inflexível porque não conhece a realidade.”

Foto
Teresa Pacheco Miranda

Multiplicam-se as vozes contra a orientação da Direcção-Geral da Saúde que ordena o isolamento de crianças em perigo retiradas às famílias e acolhidas em instituições, mesmo com um teste negativo à covid-19.