Trabalhadores a recibos podem pedir segundo apoio quando esgotarem o primeiro

Quem concluir os seis meses do apoio à redução da actividade pode aceder à nova prestação fixa de 438,81 euros, uma espécie de extensão da primeira. Há quatro apoios e nem sempre é fácil distingui-los para pedir a ajuda correcta. Site da Segurança Social é omisso.

Foto
A Segurança Social está na tutela do ministério liderado por Ana Mendes Godinho Daniel Rocha

Os trabalhadores independentes que continuem a enfrentar uma quebra na actividade acima de 40% e vão esgotar o acesso ao primeiro apoio lançado pelo Governo — que dura no máximo seis meses — poderão pedir à Segurança Social o mais recente apoio destinado aos trabalhadores em situação de desprotecção social (438,81 euros mensais), esclareceu o gabinete da ministra do Trabalho, em resposta a perguntas dirigidas pelo PÚBLICO a Ana Mendes Godinho.

Sugerir correcção