De “populismos” e outros ismos

Faz títulos de primeira página, inspira analistas e comentadores e dá o mote a prédicas políticas. É o ismo do momento. E a crise social e económica aberta pela pandemia do coronavírus confere-lhe particular actualidade e coloca-lhe novas incógnitas.

Sugerir correcção