PSD questiona Governo sobre resposta à covid-19 em Setúbal

Principal partido da oposição interroga sobre a adequação dos meios humanos do hospital de São Bernardo.

Foto
A ministra da saúde na conferência de imprensa sobre a pandemia desta quarta-feira LUSA/MIGUEL A. LOPES

O PSD entregou na Assembleia da República uma pergunta ao Governo sobre a resposta à pandemia de covid-19 do Centro Hospitalar de Setúbal. O principal partido da oposição refere que naquele distrito, segundo relatos de profissionais de saúde, foram até agora detectados 76 infectados e registados dois óbitos no Centro Geriátrico. 

Na pergunta dirigida à ministra da Saúde, Marta Temido, e assinada em primeiro lugar pelo deputado Nuno Carvalho, eleito por Setúbal, os sociais-democratas interrogam se o Centro Hospitalar de Setúbal tem os meios humanos e materiais necessários. “Em particular o espaço físico das salas de espera que é necessariamente maior devido ao distanciamento social, o material de protecção para os profissionais de saúde são adequados para o actual contexto?”, questionam. 

Do mesmo modo, é perguntado sobre se o número de profissionais, dado o período de férias até ao fim do próximo mês de Setembro e atendendo aos entretanto infectados, é o adequado. E, ainda, se está previsto o reforço de meios humanos para o Hospital de São Bernardo, além das equipas de urgência.

Os deputados do PSD interrogam, também, “que plano existe para evitar lacunas nos serviços de onde estão a sair profissionais de saúde para prestar apoio suplementar ao Hospital de São Bernardo”.

Por fim, questionam sobre o cumprimento das normas da Direcção-Geral de Saúde, se foram dadas indicações preventivas à população da comunidade e se existem solicitações para a abertura de novas vagas para profissionais de saúde e quantas estão por preencher.