Bairro Alto Hotel prepara regresso: terraços e restaurante reabrem em Setembro

O hotel lisboeta é de luxo e as vistas, agora de volta, também. A cozinha tem Nuno Mendes como chef criativo e Bruno Rocha como chefexecutivo. Terraços e restaurante reabrem a 1 de Setembro, o hotel também deverá voltar a receber hóspedes em breve.

,Bairro Alto
Fotogaleria
No topo do Bairro Alto Hotel DR
,Bairro Alto Hotel
Fotogaleria
O terraço adjacente ao restaurante Bahr, no 5º piso DR
,Hotel
Fotogaleria
Restaurante Bahr DR
,Bairro Alto Hotel
Fotogaleria
Restaurante Bahr DR
Serviços de design de interiores
Fotogaleria
Restaurante Bahr DR
hoteis,hotelaria,chiado,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
O BA Hotel nasceu há 15 anos e em 2019 cresceu DR

Há um ano, o Bairro Alto Hotel reapresentava-se a Lisboa, após umas longas obras de aumento de espaço e renovação que o deixaram encerrado desde os finais de 2017. Em Agosto de 2019, regressou com pompa e circunstância, até com um novo restaurante, mas a pandemia pôs em pausa esta nova vida do cinco estrelas do largo de Camões, em Lisboa. Agora, é tempo de um novo regresso.

Com o hotel ainda fechado – encerrou a 19 de Março e só deverá voltar a receber hóspedes nos finais de Setembro –, abrem-se, para já, os espaços públicos: terraços e restaurante. 

O Bahr, no 5.º piso do hotel, estreou-se no Verão passado apresentando-se com uma ementa criada por Nuno Mendes, o chef criativo e que fez carreira em Londres, incluindo com direito a estrelas Michelin para dois dos seus restaurantes (Viajante, já encerrado, e Mãos, em 2019). No Bahr, a cozinha é comandada pelo chef executivo Bruno Rocha. 

Em simultâneo com a abertura do restaurante, abre o terraço adjacente. Mas não só: regressa também o célebre terraço do 6.º piso (que chegou a ser destacado como um dos melhores do mundo num hotel). Agora, depois de ter ficado como exclusivo dos hóspedes no ano passado, vai voltar a ser aberto a todos os visitantes.

Foto
O pôr do sol é a hora nobre no "rooftop" do hotel Bairro Alto Hotel

Os três espaços estarão abertos todos os dias, com o restaurante a abrir só para jantares das 19h às 23h30 (ao fim-de-semana tem brunch das 12h às 16h). Já os terraços abrem às 12h30 e fecham às 00h (o rooftop) ou à 1h (o do 5.º piso) e também propõem outras refeições ligeiras e petiscos ao longo do dia.

Novidade da temporada, à medida dos tempos: há serviço de take-away com “algumas das iguarias” de cada um dos espaços de restauração.

Ainda encerrados ficarão a pastelaria, o bar Mezzanine e o cocktail bar 18.68 (espaços no r/c do hotel, com entrada directa para a rua). 

Embora sem hóspedes, o hotel já “parecerá” um hotel com os seus pequenos luxos: “apesar do alojamento ainda não estar a funcionar, todos os que visitarem o hotel serão recebidos, como habitualmente” pelo porteiro, equipa de concierge e com “serviço activo de valet parking e estacionamento gratuito”.

O hotel ainda não confirmou a data em que reabre os alojamentos a hóspedes, mas deverá ocorrer nos primeiros dias de Outono – no site do hotel já é possível reservar a partir de 23 de Setembro.