Agressividade e arrogância podem destruir a democracia

Houve uma clara insensibilidade social e falta de empatia na forma como a ministra se referiu aos lares

Um investimento de 110 milhões de euros no sector social e a contratação de mais de 15 mil profissionais foram anunciados pelo primeiro-ministro, António Costa, e pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, na quinta-feira, numa intervenção em que a ministra referiu que o Estado já tinha financiado este ano a contratação e a formação de 6200 profissionais do sector social.

Sugerir correcção