Reportagem

Regresso às termas: passear as águas, da montanha à planície

Autorizadas a reabrir em Junho, as termas voltam a dar bem-estar, saúde e lazer em bolhas de água mineral. De Trás-os-Montes à Bairrada, passando pela serra da Estrela, visitamos três espaços onde se pode beber ou mergulhar nela.

impar,termas,bairrada,trasosmontes,saude,turismo,
Fotogaleria
Paulo Pimenta
impar,termas,bairrada,trasosmontes,saude,turismo,
Fotogaleria
Termas das Pedras Salgadas Paulo Pimenta

A água bebia-se de diferentes nascentes. Penedo, Rebordechão, Rio e Estrada. E entre cada uma delas havia “ordem” para caminhar. “Passear as águas” era a expressão usada nestes 20 hectares de parque florestal, no concelho de Vila Pouca de Aguiar, Trás-os-Montes. Estamos nas termas de Pedras Salgadas, num passeio não só pelas águas, como por épocas (há um museu dedicado ao lugar e à marca de água gaseificada mais conhecida dos portugueses), pela floresta (onde existem as famosas casas nas árvores para ecoturismo) e pela arquitectura – retocada há dez anos por Álvaro Siza Vieira. Comecemos por aqui, já que o trabalho do arquitecto reflecte, em boa parte, a transformação de mentalidades no mundo termal.