livros,organizacao-mundial-saude,china,virus,investigacao-cientifica,doencas,
O norte-americano David Quammen, escritor de divulgação científica DR
Entrevista

David Quammen: “Este é o vírus-pesadelo, o mais subtil que já enfrentámos”

A capacidade do novo coronavírus de se espalhar pelo mundo, de se transmitir através da proximidade de uma conversa ou de contagiar através de pessoas sem sintomas faz com que o autor de Contágio – Uma História dos Vírus que Estão a Mudar o Mundo acredite que este é um vírus bem mais sorrateiro do que outros que segue há décadas. Mas outros virão, e há que preparar-se para os combater – sobretudo através da prevenção.

O aviso estava dado, mas houve quem não ouvisse. Há anos que o escritor norte-americano David Quammen tem dado voz a cientistas que acompanha no terreno em busca das histórias em torno dos vírus que atravessam a barreira das espécies, passando de animais para humanos. E há anos que se alertava para a iminência de uma próxima grande pandemia e da necessidade de criar mecanismos de prevenção. “Devíamos ter aprendido em 2003 e 2012 que os coronavírus podem ser muito perigosos”, assevera o escritor de divulgação científica em entrevista ao PÚBLICO. Acredita que é um “falhanço absoluto” não haver testes de diagnóstico com resultados em minutos e não existir um mecanismo de vigilância feito através de cooperação internacional, que fizesse soar as sirenes por todo o mundo perante um vírus desconhecido.