Rudi Garcia compara poder de fogo do Bayern ao do City

Treinador do Lyon admite que o adversário não tem muitos pontos fracos, mas confia na qualidade da sua equipa.

lyon,bayern-munique,desporto,liga-campeoes,futebol-internacional,
Foto
LUSA/Franck Fife / POOL

As estatísticas não vão contar para nada. O alerta é do treinador do Olympique Lyon, Rudi Garcia, na véspera do embate das meias-finais da Liga dos Campeões com o Bayern Munique.

O Lyon, que chega pela primeira vez a uma meia-final da prova desde 2010, surge destemido na eliminatória, depois de já ter afastado a Juventus e o Manchester City. 

Questionado sobre o poder de fogo do Bayern Munique, que esmagou o Barcelona por 8-2 na ronda anterior, Rudi Garcia lembrou que o Lyon também fez uma grande exibição frente ao Manchester City, igualmente um adversário ofensivamente poderoso.

“O City marcou mais de 100 golos na Premier League, por isso, se olharmos apenas para as estatísticas, podemos ficar a ver o jogo no hotel e o Bayern fica a jogar sozinho”, ironizou o treinador francês, na conferência de imprensa.

Os gauleses confiam plenamente na capacidade para passarem à final, ainda que Garcia admita que o adversário “não tem muitos pontos fracos”. “Mas nenhuma equipa é perfeita”, acrescenta, alertando para a necessidade de o Lyon ser levado a sério pelos rivais.

“Talvez não sejamos uma montanha muito grande para escalar, mas às vezes uma pequena pedra no sapato pode impedir-nos de escalar mesmo uma montanha pequena”, ilustra.

Sugerir correcção