Avião da Easyjet esteve a 1,3 segundos de ter acidente em Lisboa em 2019

Relatório da agência britânica de investigação de acidentes aéreos mostra que aeronave passou apenas 10,6 metros acima da vedação do aeroporto. Incidente foi em Setembro de 2019.

acidentes,aviacao,sociedade,egipto,europa,transportes,
Foto
Reuters/Paul Childs

Um avião da companhia Easyjet, com 167 pessoas a bordo, esteve a 1,3 segundos de ter um acidente no aeroporto de Lisboa, em Setembro do ano passado, segundo um relatório da agência britânica de investigação de acidentes aéreos.

De acordo com o relatório da AAIB (sigla em inglês), disponível online, “o Airbus A320 [ao serviço da Easyjet, com destino a Manchester, no Reino Unido] descolou do aeroporto de Lisboa [a 16 de Setembro] com apenas 110 metros de asfalto disponíveis, por os elementos da tripulação terem feito cálculos errados para a pista que usaram”.

À velocidade a que o avião seguia, faltavam “aproximadamente 1,3 segundos até chegar ao final da pista”. “Isso poderia ter causado danos significativos à aeronave e aos seus ocupantes”, lê-se no relatório.

Quando descolou, o A320 acabou por passar “apenas 10,6 metros” acima da vedação do aeroporto.

Segundo a AAIB, na preparação do voo os pilotos fizeram cálculos para a pista 21 do aeroporto de Lisboa, mas usaram, por engano, o comprimento total da mesma.

Em vez disso, salienta a AAIB, os pilotos deveriam ter usado as medidas a partir da intersecção através da qual acederam à pista.

A AAIB refere que os pilotos “foram várias vezes interrompidos durante a preparação do voo”, o que terá contribuído para o erro de cálculo.

No relatório lê-se ainda que “a operadora teve dois incidentes do mesmo género em Lisboa, que aconteceram com 14 dias de intervalo no início de 2019”.

Sugerir correcção