actualidade,p3,comportamento,psicologia,neurociencias,cerebro,
Kelly Sikkema/Unsplash

Cruzes, canhoto! Dez coisas que podes não saber sobre pessoas que escrevem com a mão esquerda

No Dia Internacional do Canhoto, reunimos alguns mitos e curiosidades associadas à mão esquerda. Desde bruxaria e salários mais baixos à facilidade em vencer destros, há muito para descobrir sobre estas pessoas que vivem num mundo desenhado com a mão direita.

A viver num mundo desenhado para destros, pode ser fácil para os canhotos caírem no esquecimento. Reparamos neles quando os vemos a tentar usar uma tesoura, um caderno de argolas ou a escrever sem deixar borrões de tinta. E se agora entendemos que escrever com a mão esquerda não significa nada mais do que escrever com a mão esquerda, há muitos mitos que, ao longo da História, se foram criando, condicionando a vida destas pessoas que representam 10% da população mundial. 

Comemorado desde a década de 1970, o dia 13 de Agosto passou a ser oficialmente considerado o Dia Internacional do Canhoto em 1992. A data pretende chamar a atenção para as pessoas que têm como dominante a mão esquerda e, principalmente, acabar com a discriminação de que eram alvo. Desvendamos algumas delas e contamos algumas curiosidades.

A origem da palavra
A discriminação contra pessoas canhotas é imediatamente denunciada na origem da palavra. Segundo alguns filólogos, a palavra em português deriva da mesma raiz que a palavra cão. Em espanhol, o termo zurdo poderá ter surgido do celta tsucca, que significa toco de árvore ou pessoa atrapalhada. Em inglês, os canhotos são chamados left-handed, sendo que left provém de lyft — inglês arcaico que significava fraco. Em francês, gauche tem origem na palavra incómodo. 

O significado de “esquerda” e as perseguições aos “bruxos"
Algumas teorias dizem que o preconceito em relação aos canhotos pode ter começado há cerca de 350 mil anos entre os neandertais europeus. Se estivermos virados para Norte, o Sol nasce à nossa direita e põe-se à esquerda. Assim, a direita ficou associada à mão do nascente, que traz a vida, e a esquerda como a do poente, que tira.

A Bíblia veio aumentar a conotação positiva do lado direito e, em contrapartida, prejudicar o significado da esquerda. Jesus senta-se à direita de Deus. Um dos salmos diz: “E disse Deus: Sentai ao lado da minha mão direita até que teus inimigos deitem sob teus pés.” Por outro lado, a mão esquerda é mencionada muito menos vezes — e quase sempre negativamente.

Esta ideia fez com que muitos canhotos fossem perseguidos na época medieval, por se acreditar que eram bruxos. Canhoto passou a estar associado ao demónio. 

Os canhotos têm mais predisposição para a criminalidade?
Cesare Lombroso, pai da criminologia moderna, assegurava que, entre os criminosos, havia mais canhotos do que destros. Assim, reafirmou-se a ideia de que os canhotos têm mais predisposição para a violência, criminalidade e psicopatias, uma hipótese mais tarde desacreditada.

Canhotos podem receber salários mais baixos
Um estudo de Harvard, feito em 2014, diz que os salários de canhotos são entre 9 a 19% mais baixos do que os de destros. A diferença era de 2500 dólares nos homens e 3400 nas mulheres.

PÚBLICO -
Nick Fewings/Unsplash

Escrever com a mão esquerda? Não me parece, diziam os professores
Os mitos criados à volta das pessoas que escreviam com a mão esquerda eram tantos que, na escola, os alunos eram obrigados a escrever com a mão direita. E não foi assim há tanto tempo. Pergunta aos teus pais ou avós.

Isto faz com que a quantidade de canhotos nas faixas etárias mais velhas seja mais reduzida do que nas dos mais novos e, segundo psicólogos, pode levar à existência de problemas de aprendizagem que resultam desta obrigação em contrariar um impulso normal. 

Aliança na mão esquerda. Coincidência?
As alianças são usadas no dedo anelar da mão esquerda desde a Grécia antiga e Roma. A ideia era afastar o mal associado à mão esquerda.

Cruzes, canhoto!
Agora já entendemos o porquê desta expressão, certo?

Ser canhoto pode ser vantajoso em certos desportos
Nem tudo é mau. É provável que um canhoto tenha mais facilidade em vencer destros em competições de ténis, boxe, esgrima ou qualquer outro confronto individual que implique confronto directo. A explicação é simples: uma vez que os destros estão em maior número, um canhoto está habituado a enfrentar um destro, enquanto um destro normalmente só enfrenta destros. John McEnroe, Jimmy Connors, Martina Navratilova e Rafael Nadal são alguns desportistas que usam a mão esquerda como dominante. 

Usar os dois hemisférios do cérebro pode ser uma vantagem
O cérebro divide-se em hemisfério direito e esquerda e cada um controla os movimentos da parte oposta do corpo. Assim, uma vez que a maioria das pessoas é destra, o hemisfério que predomina é o esquerdo. No site do Serviço Nacional de Saúde, é explicado que, no caso dos canhotos, acontece o oposto: investigações recentes mostram que os canhotos podem ter uma ligeira vantagem de pensamento em relação aos destros, uma vez que estes últimos utilizam apenas o hemisfério direito para processar a linguagem e muitos canhotos utilizam ambos.

Personalidades canhotas
Uma das razões para se ter desmistificado o facto de ser canhoto foi o facto de muitas personalidades famosas o serem. São exemplos Albert Einstein, Alexandre O Grande, Barack Obama, Ayrton Senna, Bill Gates, Charlie Chaplin, Lionel Messi, Leonardo Da Vinci, Gandhi, Beethoven, Paul McCartney, Jimi Hendrix ou Pelé.

Sugerir correcção