Opinião

PSD: escolher o Chega em vez do centro

Esta preferência pela extrema-direita é um programa político em si mesmo. O PSD deve ser avaliado politicamente por ela.

As declarações de Rui Rio na entrevista com Vítor Gonçalves caíram que nem uma bomba. Não pode ter sido acidente o presidente do PSD, partido estruturante da democracia portuguesa, onde milhões e milhões de portugueses já votaram alguma vez, declarar que se coligaria com o Chega se o mui recente partido se moderasse (algo tão previsível como Putin tornar-se ícone democrata).