Pinto da Costa exige inquérito rigoroso do MAI

Presidente do FC Porto exige respostas do ministro da Administração Interna relativamente à carga policial sobre adeptos portistas na final da Taça de Portugal.

futebol,sl-benfica,desporto,fc-porto,taca-portugal,futebol-nacional,
Foto
LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

Depois de ter visado os responsáveis pela ausência de público nos estádios de futebol, particularmente na final da última edição da Taça de Portugal, em contraste com a medida adoptada para as corridas de touros, Pinto da Costa recuperou a carga policial sobre adeptos portistas, em Coimbra, durante o jogo da final, com o Benfica, para exigir um rigoroso inquérito junto do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. O presidente do FC Porto referiu-se ao episódio na revista “Dragões”, esperando uma resposta antes da próxima final da prova. 

“Esta dobradinha deu-nos um prazer imaculado. Apenas manchado por uma intervenção policial inaceitável e da qual pedimos um rigoroso inquérito ao ministro da Administração Interna. Do qual esperamos as competentes explicações. De preferência antes da próxima final da Taça. Para que não se repita”.

Sugerir correcção