Hostels e pousadas vão receber estudantes do ensino superior

Orientações da DGS cortam 3000 camas nas residências estudantis. Concurso nacional de acesso ao ensino superior começa hoje.

Foto
Nelson Garrido

As residências estudantis vão perder cerca de 3000 lugares em resultado das orientações da Direcção-Geral da Saúde (DGS), que estabelecem um distanciamento de dois metros entre camas. Em alternativa, os estudantes vão poder viver em hostels e pousadas. O Ministério da Ciência e Ensino Superior está a ultimar um acordo com os hoteleiros nas principais cidades para o próximo ano lectivo.