Há quase 11 mil vagas nos cursos curtos que formam técnicos superiores

Houve um decréscimo de quase 600 lugares nestes cursos superiores de dois anos, que já representam perto de 9% das entradas no ensino superior. Há 425 formações disponíveis em 68 concelhos do país. Cada instituição define o seu calendário de candidatura.

acesso-ensino-superior-2020,institutos-politecnicos,ensino-profissional,educacao,sociedade,ensino-superior,
Foto
Estas formações de dois anos foram criadas para serem uma “via rápida” para colocar pessoas com formação superior no mercado de trabalho Adriano Miranda

Há quase 11 mil vagas disponíveis para os alunos que quiserem entrar num dos cursos técnicos superiores profissionais (Ctesp) no próximo ano lectivo. O número de lugares para novos estudantes baixa ligeiramente face ao ano anterior, o que acontece pela primeira vez desde a criação destas formações curtas de ensino superior, de dois anos, que são ministradas em exclusivo no sector politécnico. É sinal de que o sistema está a “estabilizar”, defende o presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Pedro Dominguinhos.