Portugal é o paraíso europeu dos piripíris — ou os outros países é que serão pobres?

Piripíri é a palavra suaíli que os portugueses sabiamente adoptaram: é das palavras mais giras, apropriadas e risonhas que há.

Foto
HELENA COLAÇO SALAZAR

Um dos temas eternos, que nunca se perde em discutir e aplicar, é “não sabemos a sorte que temos”. Já o tema contrário — “não sabemos o azar que temos” — é uma especialidade portuguesa e, a maldizer, humana. Faz parte da nossa cultura de qualquer cultura não ligarmos àquilo a que estamos habituados.