Torne-se perito

MSF e Sea Watch anunciam regresso ao Mediterrâneo acusando a UE de inacção

“Enquanto o problema não estiver do lado da União Europeia, vai ser ignorado”, diz Hassiba Hadj Sahraoui, dos Médicos Sem Fronteiras. A covid-19 tem sido uma desculpa para evitar mais resgates de migrantes, acusam.

imigracao,mundo,migracao,uniao-europeia,libia,europa,
Foto
Imigrantes chegam a Senglea, porto em Malta, no meio da crise do coronavírusHarbour, amid coronavirus disease (COVID-19) outbreak Reuters/DARRIN ZAMMIT LUPI

“Porque ninguém deve morrer no mar”  essa é a razão para as organizações não-governamentais Médicos Sem Fronteiras (MSF) e Sea Watch se juntarem para ter um navio, o Sea Watch 4, a fazer salvamentos no Mediterrâneo Central: “Temos a profunda convicção que ninguém deve ser deixado a afogar-se, independentemente das razões para sair do seu país”, como disse na apresentação da iniciativa Oliver Behn, director de operações da organização.