Eduardo Cabrita reúne-se com homólogo marroquino com migrantes na agenda

Na agenda estão a pressão migratória, nos últimos meses, de jovens marroquinos que chegam à costa algarvia e o futuro reatamento das ligações aéreas.

Foto
Cooperação com Marrocos na agenda de Eduardo Cabrita LUSA/ANTÓNIO COTRIM

O ministro da Administração Interna (MAI), Eduardo Cabrita, e o ministro do Interior de Marrocos, Abdelouafi Laftit, reuniram-se nesta quarta-feira, por videoconferência, no âmbito da cooperação entre os dois países. Em destaque esteve o afluxo de migrantes oriundos daquele país nos últimos meses à costa algarvia.

Para manter e intensificar o combate à migração irregular e ao tráfico de seres humanos, os dois responsáveis da Administração Interna sustentaram uma articulação reforçada no âmbito do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e a instituição homóloga marroquina.

Do mesmo modo, segundo o comunicado MAI, a situação dos migrantes foi enquadrada nas relações entre Marrocos e a União Europeia. Nesse sentido, foi também discutida a importância e o interesse mútuo na conclusão das negociações que estão a decorrer para um acordo de migração legal entre Portugal e Marrocos.

A actualização, já em curso, do acordo do protecção civil entre os dois países, instrumento que se tem revelado da maior importância, nomeadamente no domínio da assistência mútua em situações de emergência, incluindo o combate aos incêndios rurais e a formação dos operacionais, foi outro dos temas abordados na reunião, 

Foi igualmente discutido o reforço da cooperação, através de um futuro memorando de entendimento, entre a Guarda Nacional Republicana e a sua congénere, a Gendarmerie Royale.

Os ministros Eduardo Cabrita e Abdelouafi Laftit  partilharam ainda as experiências no âmbito das medidas de combate à covid-19 e manifestaram vontade em retomar, assim que possível, as ligações aéreas directas entre Portugal e Marrocos.