cultura,lingua,minde,barrancos,jovens,educacao,
Jaime Aguiar Diogo Ventura

Do minderico ao barranquenho: podem os jovens salvar as línguas ameaçadas em Portugal?

Há idiomas em Portugal que estão ameaçados e que dependem dos jovens para sobreviver. Seja na escolha do nome de bandas, em cima dos palcos ou “nos copos” com amigos, há quem ainda leve a “língua da terra” para todo o lado.

No século passado, cerca de 400 idiomas desapareceram – aproximadamente um a cada três meses. Actualmente há entre 6500 a 7000 idiomas espalhados pelo mundo, mas prevê-se que mais de metade não sobreviva até ao próximo século. Portugal é um dos países onde há línguas que permanecem ameaçadas – e, ao avançarem para a extinção, levam consigo histórias e identidades.