Circulação parcialmente restabelecida na linha do Norte. Linha do Oeste já reabriu totalmente

Na linha do Norte já foi possível restabelecer a circulação numa das vias, mas ainda este domingo deve acontecer o restabelecimento da circulação total. Na linha do Oeste já se circulava desde as 3h desta madrugada.

leiria,sociedade,portugal,coimbra,cp,transportes,
Foto
Linha do Norte LUSA/PAULO CUNHA

A circulação de comboios na linha do Norte, interrompida desde sexta-feira por causa de um acidente ferroviário, deverá ser restabelecida ainda este domingo, avançou a Infra-estruturas de Portugal.

Já a Linha do Oeste na zona de Leiria, onde ocorreu este sábado um acidente entre um comboio InterRegional e um automóvel, reabriu à circulação às 03h, revelou fonte oficial da Infra-estruturas de Portugal (IP). Ao início da noite, este organismo tinha indicado que a circulação seria retomada no início da manhã deste domingo, mas a linha ficou operacional esta madrugada.

A linha ferroviária esteve cortada entre as estações de Leiria e de Monte Real, por causa de um choque entre um comboio e um ligeiro de mercadorias, em Gândara dos Olivais, na periferia de Leiria, causando um morto.

Sobre a linha do Norte, a IP tinha informado inicialmente que o restabelecimento da circulação nas duas vias estava previsto para segunda-feira, mas esclareceu que é “no decorrer de hoje”.

A empresa adianta que foi possível restabelecer “ao início do dia, à 01h45, a circulação através da via descendente no troço da Linha do Norte entre Pombal e Alfarelos”, depois de realizados os trabalhos de reparação da via e catenária à saída da Estação de Soure.

“A circulação ferroviária processa-se através desta via de forma alternada em ambos os sentidos e foi implementa a redução de velocidade a 30 quilómetros por hora entre o quilómetro 185,7 e o quilómetro 186,250”, refere a Infra-estruturas de Portugal.

Um comboio Alfa Pendular que transportava 212 passageiros descarrilou na sexta-feira, no concelho de Soure, distrito de Coimbra. O acidente causou dois mortos e 44 feridos, oito dos quais graves.

Segundo nota informativa do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), um Veículo de Conservação de Catenária, no qual seguiam duas pessoas — as duas vítimas mortais —, passou um sinal vermelho e entrou na Linha do Norte, tendo sido abalroado pelo comboio Alfa Pendular.

O comboio seguia no sentido Sul-Norte com destino a Braga e o descarrilamento ocorreu após o embate entre o Alfa Pendular e uma máquina de trabalho, perto da vila de Soure, junto à localidade de Matas.

Sugerir correcção