Morreu Nuno Teixeira, o realizador de O Tal Canal e Vila Faia

Tinha 76 anos e deixa um currículo em que se incluem programas como várias criações de Herman José, a primeira telenovela portuguesa ou Sabadabadu, com Camilo de Oliveira e Ivone Silva.

herman-jose,rtp,televisao,culturaipsilon,obitos,mario-soares,
Foto

Nos anos 1980, Nuno Teixeira esteve atrás das câmaras de alguns dos programas mais importantes da RTP. Não só foi ele quem realizou Vila Faia, a criação de Francisco Nicholson e Nicolau Breyner que ficaria para a História como a primeira telenovela portuguesa, mas também quem dirigiu O Tal Canal, o seminal programa cómico de Herman José sobre uma estação de televisão fictícia. Segundo avança o jornal Expresso, o realizador destes dois marcos que mudaram a forma de se fazer televisão em Portugal morreu esta quarta-feira, aos 76 anos, na sequência de insuficiência respiratória.

Nascido em 1943, ingressou na RTP, estação da qual estava reformado, em 1963. Depois de O Tal Canal, voltaria a trabalhar com Herman José noutros programas marcantes, tais como Humor de Perdição e Casino Royal. O humorista recordou aliás na sua conta de Instagram o “querido amigo”, com quem sempre teve “uma ligação cordial e perfeita”, publicando um vídeo alusivo à única discussão que tiveram, em que Herman José insistiu para se incluir um blooper num episódio de O Tal Canal.

Nuno Teixeira foi também responsável pela direcção de A Loja do Mestre André, programa apresentado por Maria Nzambi e Carlos Queiroz, Sabadabadu, com Camilo de Oliveira e Ivone Silva, telenovelas como Chuva na Areia e Passerelle, a sitcom gravada ao vivo Lá em Casa Tudo Bem e os programas de humor Eu Show Nico e Os Bonecos da Bola. Muitos dos seus programas dos anos 1980 e 1990 estão disponíveis nos arquivos online da RTP, que também noticiou a morte do realizador. Realizou ainda várias edições do Festival da Canção, entre as quais as de 1980, o ano de José Cid e Um grande, grande amor, de 1992, o ano de Dina e do seu Amor d'água fresca, e de 1994, o ano de Chamar a música e Sara Tavares. Do seu currículo consta ainda a versão televisiva da peça Mãe Coragem e os Seus Filhos, de Bertolt Brecht, com Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho.

Nuno Teixeira era Grande-Oficial da Ordem do Mérito e foi apoiante da candidatura de Mário Soares à Presidência da República em 1986, na renhida corrida contra Freitas do Amaral, tendo sido também realizador, formando uma equipa com António-Pedro Vasconcelos e Mário Barroso, dos tempos de antena da respectiva campanha. Também esteve envolvido, quase uma década depois, na campanha de António Guterres para primeiro-ministro: a ideia de abrir os comícios ao som de Vangelis terá sido dele.

O corpo estará em câmara ardente na Basílica da Estrela, em Lisboa, a partir das 18h de sexta-feira, 31 de Julho. O funeral está marcado para sábado às 11h, no Cemitério do Alto de São João.

Sugerir correcção