pide,historia,politica,ministerio-negocios-estrangeiros,diplomacia,25-abril,
Alfredo Cunha/Arquivo
Investigação - Transição para a democracia no MNE (I)

25 de Abril no MNE, um “dia chatíssimo” à espera de tanques e instruções

Nos 45 anos do Verão Quente, o PÚBLICO retrata o Ministério dos Negócios Estrangeiros na transição da ditadura para a democracia. “Tudo decorreu com a dignidade própria da casa”, diz quem lá esteve. Os bastidores de uma instituição em que o verniz não estala. Na aparência. Acto I: a queda da ditadura.

Mal acordou com um telefonema do primo, ainda de madrugada, Pedro Ribeiro de Menezes ligou o rádio, ouviu as palavras “Junta de Salvação Nacional” e ficou alarmado. Recém-chegado de um posto de três anos na Argentina — onde cada novo golpe militar endurecia a ditadura —, o jovem diplomata pensou que eram más notícias.