Portland não desiste dos protestos e acusa Trump de incitar a violência

O Presidente norte-americano refere-se aos manifestantes como “anarquistas violentos” e fala numa cidade “em estado de sítio”. No terreno, os protestos concentram-se numa zona limitada da cidade e agravaram-se com a chegada de polícias federais.

Os protestos em Portland começaram no final de Maio
Foto
Os protestos em Portland começaram no final de Maio Reuters/CAITLIN OCHS

As imagens que chegam das ruas de Portland, no estado norte-americano do Oregon, uma cidade com uma população semelhante à de Lisboa e de média dimensão para os padrões dos Estados Unidos, fazem lembrar os dias de violência e motins que paralisaram, em outras épocas, grandes metrópoles como Los Angeles.