Inter escorrega e deixa Juventus e Ronaldo à beira do título italiano

A equipa de Cristiano Ronaldo joga frente à Udinese nesta quinta-feira e, vencendo, conquistará o nono título consecutivo.

Foto
Rannochia e Kouame em acção Reuters/DANIELE MASCOLO

Se vencer a Udinese, nesta quinta-feira, a Juventus vai conquistar o nono título italiano consecutivo. Tal é consequência do empate do Inter, nesta quarta-feira, que não saiu do nulo frente a uma Fiorentina tranquila na tabela. A equipa de Milão pode ficar a dez irrecuperáveis pontos da “Juve”.

Na primeira parte, a equipa de Milão dominou a partida e entrou logo “a todo o gás”. Lukaku esteve perto do golo, aos 5’, mas Terracciano fez uma grande defesa. Aos 18’, o avançado belga acertou no poste. Aos 34’, Lukaku voltou a mostrar que não era o seu dia e Terracciano voltou a vencer o duelo.

Na segunda parte, apesar de voltar a haver domínio do Inter, este foi menos claro. A equipa da Fiorentina chegou mesmo a criar perigo por Castrovilli, aos 57’, e por Lirola, aos 80’, contrastando com os azares de Alexis e Lautaro Martínez (novamente Terracciano a ser decisivo) e Candreva (golo anulado por fora-de-jogo).

E tudo ficou como começou, sobretudo graças ao guarda-redes da equipa de Florença.

Nota ainda para a Roma, de Paulo Fonseca, que venceu a Spal por esclarecedores 1-6 e consolidou o lugar de apuramento para a Liga Europa. Kalinic, Pérez, Bruno Peres (dois golos) e Zaniolo marcaram os golos da equipa do treinador português.