The Therapist já não tem clínica, mas continua apostado na alimentação saudável

As terapias alternativas ficaram para trás. Com dois espaços em Lisboa, o projecto de Joana Teixeira está concentrado na alimentação saudável.

restaurantes,bemestar,restaurante,fugas,saude,lisboa,
Fotogaleria
DR
restaurantes,bemestar,restaurante,fugas,saude,lisboa,
Fotogaleria
DR
restaurantes,bemestar,restaurante,fugas,saude,lisboa,
Fotogaleria
DR
restaurantes,bemestar,restaurante,fugas,saude,lisboa,
Fotogaleria
bemestar,terapias-alternativas,restaurante,fugas,saude,lisboa,
Fotogaleria

Foi no início de 2017 que Joana Teixeira juntou no mesmo espaço, no LX Factory, em Lisboa, as terapêuticas não convencionais e uma cozinha com a preocupação de oferecer uma alimentação saudável. Três anos e uma pandemia depois, o espaço evoluiu e a reabertura, em Junho, fez-se centrada apenas na restauração com uma cozinha onde se produz quase tudo o que se come.

The Therapist já não tem pintada na parede a frase “A alimentação cura”, mas é baseada em produtos locais e receitas saudáveis que fazem os dias deste espaço que já não oferece apenas lanches e almoços e está aberto o dia todo. 

Na esplanada, o mobiliário hospitalar deu lugar a uma mesa de madeira compacta que convida a que se juntem amigos à volta de pratos ou bebidas com ingredientes como a aveia, o abacate ou os frutos vermelhos. Lá dentro, com a cozinha à vista, as mesas estão bem espaçadas, correspondendo às novas normas de segurança, e o mobiliário é da Boa Safra, a loja mesmo ao lado, de mobiliário português, confirma Joana Teixeira. E os quadros são da artista Luísa Passos e representam as ervas e plantas usadas na cozinha.

Foto
DR

Houve um rebranding, ou seja, uma mudança do conceito, agora com uma cozinha orgânica, bem como com produtos que podem ser comprados presencialmente ou online. “As pessoas não percebiam que usávamos produtos locais”, explica a empresária, justificando a mudança. E, para não fugir aos dias que correm, também há take away e a possibilidade de encomendar a refeição, de um dia para o outro, e comer no escritório.

Na loja online há granolas e sumos que são fabricados no espaço The Therapist na Rua Rodrigo da Fonseca, no centro de Lisboa. Há frutas e legumes, assim como uma mercearia com pão alentejano e bolos que são feitos sem glúten, sem açúcar e sem produtos refinados (30 euros). Há ainda um “cesto de piquenique” que, na verdade, é uma caixa com iogurte de soja biológica com doce de frutos vermelhos ou creme de cacau ou amendoim, palitos de legumes, pão de fermentação lenta, água aromatizada, duo de dip de húmus de maca e pesto, uma salada cheia de vegetais de época e duas granolas para acompanhar (19,90 euros). 

Uma ementa saudável

Joana Teixeira confessa que a loja online está a “correr bem” e que vai continuar a adicionar novos produtos. Por exemplo, antes do confinamento, a empresária comprou uma máquina de sumos que experimentou enquanto esteve em casa, acabando por criar uma colecção de sumos que devem ser consumidos no espaço de 72 horas.

São “uma bomba de legumes e fruta em estado líquido” por serem prensados. De laranja, cenoura, gengibre e curcuma; de aipo, maçã, espinafres, limão e gengibre; ou de beterraba, morango, linhaça, hortelã e maca; estes são algumas das opções dos sumos que podem ser também consumidos no restaurante, a acompanhar a ementa escolhida.

Fotogaleria

A carta — que no restaurante pode ser lida num QRCode que está num azulejo criado intencionalmente depois da pandemia —, está dividida em diferentes opções, conforme aquilo que o cliente está à procura. É aqui que voltamos ao nome do espaço porque a ideia da terapia continua presente. Por exemplo, a oferta é diferente consoante o interesse seja fazer uma refeição que promova a imunidade ou a desintoxicação. No primeiro caso pode escolher a Salada Imunidade de aveia com espinafre, tomate e couve-flor assada, com molho pesto vegan e batata-doce em palitos com tofu biológico marinado em molho de limão e curcuma (6, 90 euros). Já se o objectivo for o segundo, pode optar pelo Atum Braseado com sésamo preto, abacate fatiado, com salada de aveia em grão, pepino, tomate, hortelã e alecrim, espinafres e molho de iogurte de soja com ervas (10, 90 euros). 

Fotogaleria

Além do menu Detox e Imunidade, existe ainda o Power, a pensar nos que fazem exercício físico e querem um reforço de energia, e o Mind, com ingredientes anti-oxidantes para evitar o cansaço e promover a boa disposição. A carta e as receitas são da chef Amábile Kolenda, especialista em cozinha natural e responsável por outros projectos como O Botanista ou o 26Vegan Food Project, ambos em Lisboa. Uma parceria que é para se manter nos próximos tempos pois a intenção é ir “ouvindo os clientes” e adaptando a carta, renovando-a na mudança da estação, explica Joana Teixeira.

Se já não há consultas presenciais, estas podem ser feitas online mas só de nutrição funcional. A consulta consiste numa avaliação da história clínica da pessoa que inclui hábitos alimentares, estilo de vida, prática de exercício, sinais e sintomas, hábitos de sono e avaliação da composição corporal. Depois da avaliação é feito um plano alimentar (50 euros).