Sondagem dá reforço a PS face às legislativas. PSD melhor a norte

PS está separado por 14 pontos do PSD, segundo sondagem da Aximage-JN-TSF

,partido Socialista
Foto
António Costa conquista mais avaliações positivas do que negativas. Rui Rio fica-se pelos 17% ao nível da confiança LUSA/ANTONIO COTRIM

Uma sondagem da Aximage-JN-TSF aponta para um reforço do PS em primeiro lugar nas escolhas de voto dos eleitores e uma estabilização do PSD face às legislativas de Outubro. À direita, o Chega lidera as intenções de voto.

Com 40,4% das intenções de voto (mais quatro pontos percentuais do que em Outubro), o PS está separado 14 pontos do PSD (26,7%), de acordo com a sondagem realizada nos primeiros dias de Julho. Os socialistas lideram em todas as faixas etárias, nas classes sociais e nas regiões, à excepção do Norte, em que o PSD obtém mais pontuação.

À esquerda do PS, o BE mantém o terceiro lugar (8,5%) seguido pela CDU (6%), conseguindo praticamente preservar os resultados das legislativas. O único fenómeno de popularidade acontece com o Chega, que é a quinta força partidária (5,2% face aos 1,2% que permitiram a eleição de um deputado). O partido liderado por André Ventura está à frente do PAN (2,6%), seguido pelo CDS e pela Iniciativa Liberal ambos com 2,1% de intenções de voto.

Mas se este último partido acrescentou um ponto face às eleições legislativas em que elegeu João Cotrim de Figueiredo, os centristas estão em perda relativamente aos 4,4% obtidos em Outubro.

Entre os dois líderes dos principais partidos, o socialista António Costa agrega mais de metade das escolhas quando está em causa a confiança para primeiro-ministro (55%), enquanto Rui Rio se fica pelos 17%.

Também na avaliação do desempenho dos líderes políticos, António Costa é o que obtém mais avaliações positivas (64%) face às negativas (18%). O líder do PSD consegue 46% de votos positivos e 22% de votos negativos. A avaliação também é satisfatória para a líder do BE, Catarina Martins, com mais votos positivos (36%) do que negativos (29%). Em terreno negativo estão os restantes líderes partidários: o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, o líder do Chega, o líder do CDS, da Iniciativa Liberal e do PAN.

O trabalho de campo desta sondagem da Aximage decorreu entre os dias 5 e 8 de Julho através da recolha de 624 entrevistas (através da Internet e telefone) entre maiores de 18 anos residentes em Portugal. À amostra de 624 entrevistas, corresponde um grau de confiança de 95% com uma margem de erro de 3,9%. 

Sugerir correcção