Sondagem mostra que 66% acredita que vem aí mais austeridade

Pela primeira vez na crise, o inquérito da Católica mede o pulso às expectativas que os portugueses têm para o país nos próximos dois anos. Pessimismo na economia reina.

sondagem,austeridade,politica,governo,
Foto
O Governo tem rejeitado que a crise pandémica se enfrente com políticas de austeridade. Miguel Manso

“Este não é um momento para a austeridade.” A declaração é de António Costa - de 3 de Julho, logo após a aprovação do Orçamento Suplementar - e é uma entre muitas que o Governo tem feito para afastar a ideia de que, com esta crise, chegarão mais impostos ou cortes na despesa. Mas a mensagem parece não estar a passar. Uma sondagem à população revela que a grande maioria dos inquiridos acredita que nos próximos dois anos a receita da austeridade é certa, com o pessimismo sobre a situação da economia nesse período a pintar um quadro negativo sobre o que os portugueses esperam.