Torne-se perito

Irão executa homem acusado de fornecer informação sobre Soleimani aos EUA e Israel

Mahmoud Moussavi Majd foi acusado de ter fornecido informações aos Estados Unidos e Israel sobre as deslocações do comandante da Força Quds.

espionagem,eua,mundo,irao,medio-oriente,
Foto
Qassem Soleimani foi morto a 3 de Janeiro num ataque de drone, no Iraque Reuters/Thaier Al-Sudani

O Irão executou esta segunda-feira um homem condenado por espionagem ao serviço dos Estados Unidos e de Israel, anunciou a Justiça iraniana.

“Mahmoud Moussavi Majd foi executado na segunda-feira de manhã [hoje] por espionagem, para que o caso da sua traição contra o seu país seja encerrado para sempre”, pode ler-se no site oficial da justiça iraniana, Mizan Online, citado pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Majd foi acusado de ter fornecido informações aos Estados Unidos e a Israel sobre as deslocações do general Qassem Suleimani, comandante da Força Quds, unidade de elite encarregada das operações externas dos Guardas da Revolução, que foi assassinado no início de Janeiro num ataque de um aparelho não tripulado (drone) norte-americano em Bagdad.

Em represália, a República Islâmica lançou mísseis contra bases militares iraquianas onde estavam soldados norte-americanos, causando grandes danos materiais, segundo Washington.

O Irão tinha anunciado em Julho de 2019 ter detido 17 iranianos no quadro do desmantelamento de uma “rede de espiões” da CIA — vários foram condenado à morte.

Washington qualificou essas alegações de “totalmente falsas”.

Sugerir correcção