A pedido de vários “frugais”, Michel corta nos subsídios e na ambição do fundo de recuperação

Portugal mantém envelope financeiro de 15,3 mil milhões em subsídios e está pronto para assinar compromisso do presidente do Conselho Europeu para o pacote global de resposta à crise.

Foto
Charles Michel, Mark Rutte, Emmanuel Macron e Pedro Sánchez no quarto dia da cimeira europeia JOHN THYS/EPA

Uma nova proposta de compromisso, com uma revisão da fórmula prevista para a repartição entre subvenções e empréstimos do futuro fundo de recuperação de 750 mil milhões de euros, apareceu ao final da tarde desta segunda-feira, quarto dia daquela que ainda poderá ser a cimeira europeia mais longa da história, para acertar a resposta à crise profunda provocada pela pandemia do novo coronavírus.