Coronavírus

Vacina de Oxford é “segura”, tem poucos efeitos secundários e induz resposta imunitária

A vacina de Oxford para a covid-19 vai agora na terceira fase de ensaios clínicos – é uma das (pelo menos) duas vacinas experimentais que estão na fase mais avançada dos testes em humanos. Os primeiros resultados foram divulgados esta segunda-feira e mostram que não houve efeitos secundários graves resultantes da vacina.