Director da Nova Business School devolve 32 mil euros de vencimentos

Inspecção de Educação levantou dúvidas sobre a acumulação do lugar de docente e administrador do Santander. Daniel Traça deixa de receber verba extra por dedicação exclusiva.

nova-sbe,universidade-nova-lisboa,educacao,sociedade,ensino-superior,universidades,
Foto
Rui Gaudencio

O director da Nova Business School of Economics (Nova SBE), antiga Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (UNL), Daniel Traça, abdicou de receber o seu salário como docente em dedicação exclusiva, que lhe permitia um acréscimo de 30% do valor base, depois de a Inspecção-Geral de Educação e Ciência (IGEC) ter levantado dúvidas sobre a legalidade de este professor ser simultaneamente pago como administrador do banco Santander. Vai também devolver à instituição cerca de 32 mil euros auferidos ao abrigo desse regime no último ano e meio.