Grupo Águas de Portugal perdeu mais de cinco milhões no BES

Da lista de investidores que Ministério Público diz terem sido enganados fazem parte instituições religiosas e instituições privadas de solidariedade social. Parte deles conseguiram recuperar dinheiro.

Foto
RUI GAUDENCIO / PUBLICO

A seis meses do colapso do universo Espírito Santo, dezenas de clientes do BES, institucionais e particulares, investiram centenas de milhões de euros em dívida das empresas do grupo, revela o despacho de acusação do Ministério Público que assaca a Ricardo Salgado seis dezenas e meia de crimes. E isto quando o quadro de dificuldades já era conhecido, havendo já notícias sobre investigações a decorrerem às operações do GES em várias geografias, assim como a Ricardo Salgado, por suspeitas de falta de idoneidade para o exercício da função, nomeadamente por receber presentes e comissões de clientes, que o levaram a corrigir, por três vezes (entre 2010 e 2012), as declarações fiscais.

Sugerir correcção