Pinto da Costa: “Se tivéssemos cartilheiros para os nossos jovens…”

O presidente portista elogiou Sérgio Conceição, mas também deixou alguns recados.

Pinto da Costa, presidente do FC Porto
Foto
Pinto da Costa, presidente do FC Porto LUSA/JOSÉ COELHO

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, aproveitou a celebração do 29.º título nacional do clube para criticar as diferenças de tratamento entre os portistas e o Benfica na opinião pública e nos programas de comentário desportivo.

“Hoje, apresentámos vários jovens em campo. Não temos cartilheiros para fazerem a propaganda dos nossos jovens. Se tivéssemos, tudo o que se diz do Seixal teria de se dizer a dobrar dos nossos campos onde se lançam jovens”, começou por dizer. E disparou: “Gostaria de ver a cara de quem anunciou que o Benfica vinha cá fazer o xeque-mate ao Dragão e deixar-nos a dez pontos”.

“Na situação em que o FC Porto estava em Janeiro, com sete pontos de atraso, alguns fizeram funeral. Só este clube, treinador, adeptos e jogadores é que conseguiriam virar uma desvantagem de sete pontos de maneira a ficarmos com oito de avanço”, elogiou o presidente portista.

Pinto da Costa deixou ainda uma palavra a Sérgio Conceição. “Acho que, hoje, toda a gente reconhece o valor do Sérgio Conceição, sobretudo no espírito indomável. É como um Dragão que assumiu a defesa das cores e bandeira do FC Porto. Só assim foi possível darmos a volta como demos”.

Sugerir correcção