Douro Azul volta ao rio com “cruzeiros dirigidos a turistas portugueses”

Empresa anuncia que “vai continuar a retoma da sua actividade” e a partir de 20 de Julho propõe quatro cruzeiros no Douro Serenity.

lamego,vila-nova-gaia,douro,fugas,empresas,turismo,
Foto
Os cruzeiros realizam-se no navio Douro Serenity DR

É, garante a Douro Azul, “um programa inédito e exclusivo”, composto por quatro cruzeiros pelo Douro e "dirigido ao mercado português”. 

O lançamento do novo programa de cruzeiros, criado à medida do mercado de proximidade e a pensar no reforço do mote ‘faça férias cá dentro’”, como se sublinha em comunicado, foi anunciado esta quarta-feira, com a empresa a destacar que, assim, “vai continuar a retoma da sua actividade no rio Douro”.

Os cruzeiros, de 5 dias (4 noites), com partida e chegada a Gaia, fazem uma rota que passa por Bitetos, Régua e Lamego, Pocinho, Barca d’Alva​ e Pinhão.

Entre almoços e jantares a bordo, no programa apresentado nas brochuras há momentos para cocktails, petiscos e espectáculos musicais, além de apresentações especiais de obras e produtos portugueses ou provas de vinhos. Os preços indicados vão de 800 a 1200 euros por pessoa conforme tipo de alojamento seleccionado, com o preço a incluir pensão completa e “uma refeição fora do navio, numa quinta do Douro” ("bebidas não incluídas com serviço à carta”, refere-se, nem algumas excursões facultativas em terra, casos de Castelo Rodrigo ou Foz Côa).

Os cruzeiros são realizados no navio-hotel Douro Serenity, inaugurado em 2017, que tem 53 cabines duplas, oito suítes, ginásio, spa e piscina, resume a empresa que assinala que adaptou “os seus navios-hotel à actual conjuntura”, garantido a certificação Clean & Safe do Turismo de Portugal.

Sugerir correcção