Derby do norte de Londres deixa Mourinho mais perto da Europa

O Tottenham venceu o Arsenal e manteve-se perto dos lugares que darão acesso à Liga Europa.

tottenham,premier-league,futebol,desporto,jose-mourinho,futebol-internacional,
Foto
Reuters/MICHAEL REGAN

É um dos jogos de maior rivalidade e com mais história na Premier League e, a apenas três jornadas do final da liga inglesa, tinha uma importância acrescida para Tottenham e Arsenal: quem saísse derrotado no derby do norte de Londres ficava com o apuramento via campeonato para as provas europeias 2020-21 praticamente hipotecado. Apesar do equilíbrio, os “spurs” de José Mourinho foram ligeiramente superiores aos “gunners” de Mikel Arteta, garantindo a vitória (2-1) a apenas nove minutos do fim, com um golo de Toby Alderweireld. 

Com uma série positiva em casa desde que a Premier League foi retomada (um empate e duas vitórias), Mourinho tinha pela frente na sua estreia no centenário derby entre “spurs” e “gunners” um Arsenal motivado (quatro vitórias e um empate nos últimos jogos), e, apesar de ter entrado melhor, viu Arteta ganhar vantagem aos 16’: após uma perda de bola de Serge Aurier, Alexandre Lacazette fez o primeiro golo do jogo com um remate forte que não deu hipóteses ao conterrâneo Lloris.

Mourinho, no entanto, teve pouco tempo para digerir a desvantagem. Três minutos depois, Son Heung-min aproveitou um erro da defesa do Arsenal e com classe bateu o argentino Emiliano Martínez.

Na segunda parte, a partida perdeu intensidade e qualidade, mas Lacazette esteve perto de bisar, mas acertou na barra. O jogo acabaria por ficar decidido no minuto 81, de bola parada: após um canto, o central belga Toby Alderweireld desviou de cabeça, garantindo o triunfo e a ultrapassagem do Tottenham ao Arsenal.

Com a vitória, Mourinho chega aos 52 pontos - mais dois do que o Arsenal - e ao 8º lugar, estando a três do Wolverhampton, que ocupa o último lugar que dá acesso à Liga Europa.

Sugerir correcção